A interFORENSICS 2017

 

O que falar da interFORENSICS 2017 ? Tudo se resume em uma única palavra SENSACIONAL !!! O maior evento integrado de Ciências Forenses da América Latina termina e já deixa saudades pela quantidade de aprendizado adquirido em pouco tempo, com dias intensos de palestras e discussões que se iniciavam nas primeiras horas da manhã e terminavam no início da noite, chegando a ter doze horas de duração.

O 1º Dia

  • Inaugural Speech, proferida por Betty Lane Desportes, Presidente da Academia Americana de Ciências Forenses;
  • Comparing Population Specific Versus Universal Subadult Age Esimation;
  • Cognitive Forensics: The New Frontier in Forensics Sciences, palestrante Itiel Dror, professor da University College London.

As palestras na trilha ICCYber:

  • Técnica de Combate a Pirataria Digital e Recuperação de Dados, por Lerry Granville, Diretor de Operações da AIC Security;
  • Desafios da análise de dispositivos móveis bloqueados e criptografados, por Marcelo Sala, da Cellebrite;
  • Desafios da Computação Forense para a Internet das Coisas, por Gilberto Sudré, professor do IFES;
  • Análise e Correlação de Evidências Digitais, por Bruno Werneck, perito Criminal Federal da Polícia Federal;
  • Análise Forense de Ranromwase: Estudo de Caso e Ataque WannaCry 2017, por Ronei Salvatori, perito Criminal Federal da Polícia Federal e Silvino Schlickmann, Diretor de Cybercrimes da Interpol.

 

O 2º Dia

Começou com uma palestra pelo Ministro do STF, Gilmar Mendes, uma pessoa que demonstra sábias palavras ao defender o assunto sobre a Política Nacional de Drogas, e logo em seguida foi muito emocionante foi o depoimento de Debbie Smith ao falar da importância dos peritos forenses e no desenvolvimento de suas atribuições, contou como foi resolvido o caso de estupro que ela sofreu em 1995 como foi todo o processo que inicialmente foi um pesadelo ter que reviver e contar como tudo aconteceu por várias vezes aos peritos até mesmo constrangedor em ter que se submeter a exame de corpo delito para retirada de evidências (coleta de sêmen e sangue) deixados pelo criminoso em seu corpo. E como graças aos trabalho dos peritos forenses conseguiram por uma técnica nova usando um Banco de Dados de DNA para elucidar seu caso, um depoimento regrado de emoções mútuas, emoção pela Debbie que narrava como tudo aconteceu e a emoção por nós que sabemos o quanto é importante desenvolver um laudo pericial para ajudar um Juiz na tomada de decisões, seja para condenar um criminoso ou para absolver alguém.

No restante do dia, participei das palestras na trilha ICCYber:

  • Cloud Forensics, palestrante Keyun Ruan, uma das mais importantes pesquisadoras em cloud forensics, cloud security e gerenciamentos de riscos da atualidade;
  • Análise Pericial em Dados Criptografados desafios e soluções, por Luciano Kuppens, perito Criminal Federal da Polícia Federal;
  • Enfrentamento de Crimes Financeiros Contemporâneos, painel com Erik Siqueira, Agente de Polícia Federal e Enelson Candeia, perito Criminal Federal da Polícia Federal.

No início da noite pude acompanhar os trabalhos científicos:

  • Bingo Eletrônico no Paraná e o Crime Organizado: Estudo de caso, autor Rubens Alexandre de Faria;
  • Análise Comparativa de Criptomoedas, autores Caroline Silvéria Ribeiro e Luciano Kuppens;
  • B-PRESS: Proposta de Sistema embarcado de Reconhecimento Facial, autores Marcos Vinicius Linhares de Lima e Marcus Fábio Fontenelle do Carmo;
  • Análise Comparativa de Ferramentas de Esteganálise em Estego-Imagens com Texto Embutido. autores Lucas C Possati, Leandro C. Resendo, Gilberto Neves Sudré Filho, Jefferson O. Andrade e Karin S. Komati.

 

O 3º Dia

O último dia iniciamos com as palestras:

  • Ciberespaço, Soberania, Risco Social: desafios para as nações modernas, palestrante Paulo Veríssimo, professor da Université du Luxembourg;
  • When Justice Meets Sciences, proferida por Betty Lane Desportes, Presidente da Academia Americana de Ciências Forenses.

No restante do dia, participei das palestras na trilha ICCYber:

  • Segurança e Privacidade, painel com os palestrantes Paulo Veríssimo, professor da Université du Luxembourg, Gilberto Sudré, professor do IFES e Keyun Ruan, pesquisadora em cloud forensics, cloud security e gerenciamentos de riscos da atualidade;
  • Moedas Virtuais, palestrante Silvino Schlickmann, Diretor de Cybercrimes da Interpol;
  • Painel: Darkweb, painel com os palestrantes Ivo Peixinho, perito Criminal Federal da Polícia Federal e Silvino Schlickmann, Diretor de Cybercrimes da Interpol.